fbpx

3D Scan: tecnologia leva precisão e agilidade à construção civil

29 de março de 2022

Uma das tecnologias com maior aderência na indústria da construção, o laser scanning (escaneamento tridimensional a laser) consiste em uma solução não destrutiva para o mapeamento de uma superfície ou objeto físico por meio de feixes de laser. A partir dos pulsos emitidos, criam-se nuvens de pontos de precisão milimétrica usadas para estabelecer representações digitais acuradas do ambiente ou da estrutura analisada.  

Não estamos falando propriamente de uma novidade. Essa tecnologia foi desenvolvida há algumas décadas pela agência espacial norte-americana, em seu esforço de mapear a superfície de Marte. Ao longo do tempo, aplicações em diferentes campos produtivos foram rapidamente percebidas e vários segmentos passaram a usar os scanners a laser.

Aplicações na construção

Em projetos de engenharia, a grande vantagem dos scanners 3D é permitir inspeções e estudos extremamente detalhados sem nenhum contato físico entre equipe e estrutura. Isso é importante, por exemplo, em obras de caso de galpões industriais e em plantas energizadas, para evitar a inspeção in loco por razões de segurança. Também nas edificações verticais a substituição de observadores pelos scanners a laser é desejável por possibilitar mais velocidade e exatidão ao processo.

O scanner pode estar posicionado em solo ou ser acoplado a um drone ou aeronave, no caso de grandes superfícies. As informações geradas podem:

  • Fundamentar levantamentos planialtimétricos e outros estudos topográficos; 
  • Embasar relatórios de andamento de obras de terra; 
  • Certificar a conclusão de diferentes etapas construtivas; 
  • Alimentar laudos de inspeção e diagnósticos de estruturas antigas ou obras interrompidas; 
  • Assegurar mais precisão ao as built

O escaneamento a laser já vem sendo utilizado para detectar falhas no concreto, sobretudo em superfícies vastas, os efeitos da movimentação indesejada do edifício ou os danos causados pela variação térmica. 

Em projetos de retrofit, o escaneamento tridimensional é uma ferramenta extremamente eficaz para a avaliação da edificação a ser remodelada, sendo capaz de:

  • Apontar manifestações patológicas e danos; 
  • Demonstrar as características volumétricas e condições físicas de elementos estruturais e de fechamento, não necessariamente representados adequadamente no as built e demais documentos; 
  • Gerar um protótipo digital facilmente integrável ao projeto de renovação. 

Escaneamento a laser e BIM

Como o escaneamento tridimensional a laser é extremamente preciso e a representação digital que ele gera também, um caminho natural é a conjugação do laser scanning à metodologia BIM (Building Information Modeling). Essa integração resulta em aumento de acurácia, confiabilidade e previsibilidade da documentação de projeto. 

Estudos ágeis com scanner a laser podem comprovar ou apontar inconsistências em determinada etapa da execução modelada em BIM. Da mesma forma, simulações em BIM durante o processo construtivo podem ser realizadas com base muito mais concreta.

Tais possibilidades conduzem a uma gestão mais adequada da obra desde o início do processo. O modelo em BIM deixa de ser apenas um protótipo aproximado da realidade para tornar-se uma réplica digital perfeita e atualizável em tempo real.   Com isso, evita-se o risco de imprecisões, acidentes e imprevisibilidades, cujas consequências geralmente impactam o controle logístico e o planejamento orçamentário. 

Por meio da Unidade Inovação e Tecnologia, o CTE realiza consultoria para apoiar o processo de transformação digital das empresas da cadeia da construção. O trabalho contempla desde a capacitação de líderes, diagnóstico da maturidade da empresa, identificação de oportunidades de aplicação de tecnologias digitais e a aproximação com desenvolvedores e novas soluções. Entre em contato para saber mais!

    Quer receber as
    melhores dicas? Assine nossa newsletter

    Fique tranquilo, não enviaremos spam.
    keyboard_arrow_up