fbpx

Madeira engenheirada viabiliza projetos de diferentes tipologias e padrões

24 de junho de 2021

Produzida industrialmente com matéria-prima obtida de florestas plantadas certificadas e rastreáveis, a madeira engenheirada tem aplicações variadas, de habitações populares a empreendimentos comerciais e corporativos de alto padrão. Um evento promovido em junho pelo CTE evidenciou a versatilidade dessa solução construtiva. O post de hoje traz alguns highlights desse encontro, que reuniu construtoras, projetistas e desenvolvedores imobiliários. Confira a seguir:

PAINÉIS PARA HABITAÇÃO POPULAR

A Tecverde tem obtido bons resultados com a utilização de painéis de wood frame, especialmente na construção de habitações térreas e edifícios de até quatro pavimentos. Tainara Nievola, engenheira na área de produtos, contou que com esse sistema construtivo é possível construir um prédio de quatro pavimentos e quatro unidades por andar em apenas seis dias, com uma equipe de sete pessoas. 

Com custo competitivo, o wood frame também se destaca pelo desempenho termoacústico e ambiental. “Enquanto os métodos tradicionais reduzem, em média, 47 decibéis nas paredes, com o wood frame conseguimos diminuir até 51 decibéis. Além disso, ao utilizarmos painéis de madeira minimizamos em nove vezes o impacto ambiental, em comparação a outros sistemas”, comentou Nievola.

Os frames são produzidos com montantes de pinus autoclavado distanciados entre si em função das características do projeto. As paredes externas têm chapa de OSB, membrana hidrófuga, chapa cimentícia e acabamento convencional. Já as paredes internas são compostas por chapa de OSB e gesso acartonado. Tal configuração permite ao usuário fixar prateleiras e quadros em qualquer ponto da parede, sem parafusos especiais.

Segundo a Tecverde, empreendimentos de padrão econômico em wood frame têm sido sucesso de vendas, mostrando que o consumidor não resiste a sistemas inovadores desde que eles atendam às exigências das normas técnicas. Nievola citou, como exemplo, os residenciais Pinhais Park, Mar del Plata e La Serena, na região metropolitana de Curitiba (PR). Com 100% das 216 unidades vendidas em cinco meses na planta, os empreendimentos têm apartamentos de 47 m² montados em um ritmo de um apartamento e meio por dia, com equipes compostas por cinco colaboradores. “75% dessa obra foi feita em fábrica. Além disso, como a madeira tem a propriedade de capturar carbono, cerca de 937 toneladas de carbono foram sequestradas da atmosfera em função da construção desses residenciais”, comentou a engenheira.

ESTRUTURA DE CLT E MLC

No universo da madeira engenheirada, dois produtos vêm se destacando globalmente por oferecer uma alternativa construtiva racional e sustentável: as madeiras laminadas cruzadas (CLT), aproveitadas em lajes e paredes estruturais, e as madeiras laminadas coladas (MLC ou Glulam), usadas para compor pilares e vigas. Eles são produzidos a partir de tábuas de pinus cujas lâminas são coladas na mesma direção (no caso do MLC) ou com uma camada em cada direção (no CLT).

De acordo com a arquiteta Ana Belizário, head de novos negócios da Urbem, uma empresa Amata, a ênfase na madeira engenheirada se dá principalmente pela busca por sistemas sustentáveis que atendam à agenda ESG (Environmental, Social and Governance). Há, também, um interesse crescente pela industrialização da construção, associada à maior eficiência e menor taxa de desperdício.

Para a head da Amata, em algumas tipologias de projetos, o CLT e o MLC são mais financeiramente mais competitivos. É o caso de residenciais multipavimentos de maior altura, das torres mistas e dos edifícios com lajes corporativas. 

“A madeira engenheirada é um material que responde a um pouco mais de performance”, explicou Belizário, reforçando que a solução torna-se ainda mais competitiva quando entram na equação fatores como a velocidade de retorno do capital investido.

A Unidade Inovação e Tecnologia do CTE apoia diversos agentes da cadeia da construção no uso de inovações que promovam a industrialização e a sustentabilidade da construção. Nossa equipe vem acompanhando todo o processo de disseminação da madeira engenheirada no Brasil. Entre em contato conosco para falarmos mais a respeito!

Quer receber as
melhores dicas? Assine nossa newsletter

Fique tranquilo, não enviaremos spam.

keyboard_arrow_up