Segmento industrial e de logística aposta na sustentabilidade

Os impactos econômicos, ambientais e sociais das atividades da construção civil e da operação das edificações são consideráveis. Para ter uma ideia de alguns impactos, as edificações brasileiras são responsáveis pelo consumo de 21% da água tratada, 50% de toda energia elétrica produzida no País e, ainda, geram 25% dos resíduos sólidos.

O reconhecimento desses impactos negativos, no entanto, tem crescido nos últimos anos e apontado para novas atitudes por parte das empresas, no sentido de promoverem ambientes construídos mais sustentáveis.

Exemplos desta percepção pelas empresas se manifestam hoje tanto pelo aumento da demanda por ações que possam reduzir os consumos de água e de energia – e, por consequência, também reduzir os custos com a alta tarifação do consumo desses recursos – como da necessidade de os empreendimentos se modernizarem, adotando os conceitos e práticas da sustentabilidade que propiciam um adicional de valor e um diferencial competitivo de curto, médio e longo prazo. Algumas dessas ações resultam em economias maiores que 30% em energia e 40% em água, reduzindo o custo operacional dessas construções, como poderá ser observado nos cases abaixo.

Considerando que essas demandas também cresceram no segmento industrial e de logística, o CTE oferece, desde 2011, consultoria especializada em sustentabilidade para auxiliar as empresas que atuam neste segmento na geração de valor para os seus negócios. Com uma gama de produtos e serviços na fase de projeto, construção e operação das edificações, a consultoria visa contribuir para a redução de consumo de recursos naturais e de custos, bem como para a melhoria da qualidade e do conforto dos ambientes construídos, e, por consequência, a minimização dos impactos socioambientais.

Assim, o CTE leva em consideração em sua metodologia de trabalho as especificidades dessas tipologias, como a carga energética e consumo de água dos processos industriais (maquinário), ou a escala e ocupação específica desses tipos de construção, que também podem trazer melhoria em projetos e obras, com ofertas de soluções para escolha de materiais, sistemas e tecnologias, além da minimização de riscos de execução durante a movimentação de terra, entre outras.

“Os serviços de consultoria do CTE garantem os mais elevados padrões de sustentabilidade, sem comprometer os custos de projeto e execução da edificação. Além disso, as estratégias e tecnologias aplicadas podem reduzir os custos de operação, melhorando a qualidade e o conforto dos ambientes construídos, impactando positivamente na produtividade e, de forma simultânea, minimizando os impactos socioambientais”, afirma Myriam Tschiptschin, coordenadora de consultoria em projetos sustentáveis do CTE.

 

Produtos e estratégias que fazem a diferença

A consultoria engloba uma série de frentes de trabalho e implantação de estratégias sustentáveis. Uma delas é a preparação com alta eficiência para as certificações ambientais das edificações, uma vez que o CTE é líder em consultoria green building no Brasil.

Em 2015, por exemplo, o CTE conquistou o título LEED® Proven Provider, concedido pelo USGBC (U.S. Green Building Council) e GBCI (Green Building Certification Institute) às empresas que demonstram, ao longo do tempo, um desempenho bem-sucedido e consistente na submissão de documentos de certificação LEED. Já em maio de 2016, o CTE atingiu a marca de 150 projetos certificados LEED® (Leadership in Energy and Environmental Design) no Brasil, dentre eles mais de 30 do setor industrial, de galpões e data centers. Os projetos tiveram consultoria do CTE para todo o processo de certificação, desde as fases de projeto e execução das obras até a finalização.

O CTE presta consultoria também para a certificação AQUA-HQE (Alta Qualidade Ambiental) do empreendimento, ou para obtenção de rotulagens ambientais, como Procel Edifica, Pegada de Carbono e Pegada Hídrica, ISO 50001 (Gestão de Energia).

 

Além dessa atuação em relação às certificações, vários outros trabalhos podem ser desenvolvidos nas diversas fases do empreendimento (projeto, construção e operação) para minimizar seus impactos, aumentar o seu desempenho e reduzir custos.

 

Esses produtos destacados ainda se desdobram em outros, com o trabalho em gestão de riscos, minimização com custos em operação, estratégias em sustentabilidade e marketing, etc., de acordo com a necessidade do cliente em controlar e reduzir impactos, aumentar o desempenho, ou declarar publicamente seu compromisso com a sustentabilidade de seus negócios ou mesmo de seus produtos.

“Empresas contratantes de projetos e obras industriais, projetistas, construtoras, proprietários e administradores de imóveis industriais terão amplo acesso à consultoria especializada em sustentabilidade do CTE para poder projetar, construir e operar suas edificações, assim como conduzir seus negócios de forma sustentável”, conclui Myriam Tschiptschin.

 

VEJA ALGUNS PROJETOS REALIZADOS PELO CTE EM EMPREENDIMENTOS INDUSTRIAIS, CENTROS DE DISTRIBUIÇÃO E DATA CENTERS.