fbpx

Construção verde – como obter as certificações green building

2 de março de 2022

Construção verde – green building – é o conceito utilizado para designar um espaço construído a partir de critérios relacionados à sustentabilidade social, ambiental e econômica, considerando toda a sua vida útil, ou seja, desde a concepção, obra, uso e operação, reformas e até uma eventual desmontagem ou demolição.

A ideia não é nova – a construção verde remonta às tribos nativas americanas Anasazi – mas a concepção que temos hoje foi desencadeada na década de 1970, em reação à escassez substancial e a picos no preço do petróleo. 

Neste artigo serão apresentados os conceitos de gestão sustentável da obra, gestão de resíduos e eficiência energética, além das principais certificações de construção verde.

Construção Verde no Brasil: um conceito que só cresce 

O US Green Building Council (USGBC), órgão responsável pela criação do selo Leadership in Energy and Environmental Design (LEED), colocou o Brasil no 5º lugar entre os países com maior volume de construções sustentáveis. A certificação internacional LEED é utilizada em 180 países e incentiva que obras e edificações foquem em sustentabilidade. 

No Brasil, os projetos que contam com essa certificação reduzem, em média, 40% o consumo de água, 30% o de energia e emitem 35% menos CO2. Em relação à geração de resíduos, a queda é de 65% no acúmulo de materiais. Essa é a prova que o conceito só cresce no país.

 Gestão sustentável da obra

A construção verde deve priorizar sistemas construtivos mais racionalizados, que evitem a geração de resíduos, economizem tempo, recursos e mão de obra. No green building é essencial priorizar por materiais certificados, que comprovem bom desempenho ambiental.

Uma obra comum gera muita poluição. Na construção verde o objetivo é diminuir drasticamente essa poluição, aproveitando melhor os suprimentos utilizados, reduzindo o desperdício deles e investindo em ferramentas duráveis. 

A utilização de materiais ecológicos é também fundamental no processo de construção verde. Aqui pode-se aproveitar madeira de área reflorestada, concreto reaproveitado a partir da demolição de outros edifícios, plástico reciclado etc. Muitos destes materiais são mais baratos do que os convencionais, o que também dá valor econômico à escolha de sustentabilidade.

Gestão de Resíduos 

Durante a execução da construção, a principal atenção deve ser com a classificação e a separação dos resíduos. É fundamental ter um espaço específico para o armazenamento temporário do entulho até que ele possa receber uma destinação definitiva. Esse processo deve obedecer às especificações técnicas, levando em consideração os riscos que os materiais podem oferecer ao meio ambiente e à saúde humana.

Outra forma de reduzir a poluição é separar os resíduos sólidos provenientes da obra, como pedaços de concreto e tijolos e, então, armazená-los para que depois possam ser reaproveitados. 

Eficiência Energética

Utilizar menos energia para realizar a mesma quantidade de trabalho é fundamental nessa jornada. É imprescindível também pensar em empreendimentos que possam ser mantidos de maneira econômica. 

A eficiência energética garante a distribuição estratégica de fontes de energia para cada necessidade. Por exemplo: o uso de painéis solares para sustentar lâmpadas e eletrodomésticos econômicos ou aquecer água.

Principais Certificações de Green Building

É preciso mensurar para comprovar a sustentabilidade de uma construção verde. Para isso, existem as certificações de green building, que são dadas por meio de selos. Os principais são:

  • AQUA-HQE

A certificação AQUA-HQE foi lançada em 2008 no Brasil pela Fundação Vanzolini, que se inspirou na certificação francesa, criada em 1974, HQE (Haute Qualité Environnementale, em tradução livre, Alta Qualidade Ambiental). Ela considera as características locais de clima, de cultura, de normas técnicas e de regulamentações.

  • LEED

O selo analisa critérios de uma construção verde e promove práticas sustentáveis nas seguintes áreas: localização e transporte, lotes, eficiência de água, energia, materiais e recursos, qualidade interna dos ambientes e inovação, processos de projeto e créditos regionais.

  • BREEAM 

Trata-se de um selo ambiental que tem como critérios o bem-estar ambiental na gestão de uma construção. Ele leva em consideração o consumo de energia e água e o quanto aquele empreendimento contaminou o meio-ambiente, além da verificação do material utilizado na obra, os transportes e toda a gestão de resíduos. Atualmente há mais de 110 mil edifícios com esse certificado ambiental.

  • PBE Edifica

A PBE Edifica é uma certificação brasileira desenvolvida pela Eletrobrás em parceria com o Inmetro. Ela foi desenvolvida com o propósito de incentivar a conservação e o uso eficiente de recursos naturais, reduzindo os impactos ambientais e desperdícios.

  • Casa Azul CAIXA

O selo Casa Azul foi criado em 2010 pela Caixa Econômica Federal, com o objetivo de incentivar o green building nos projetos habitacionais financiados por ela. A certificação possui 53 critérios de avaliação de sustentabilidade exclusivos para as normas e as regulamentações brasileiras. 

Adotar medidas ambientais mostra o cuidado que o setor tem em se adequar a uma nova realidade global. O mundo se transformou e conceitos como sustentabilidade e compliance ganharam espaço para atender às novas demandas. A implementação ocorre por meio dos selos listados acima, que atestam a eficiência dos empreendimentos sustentáveis. 

O CTE – Centro de Tecnologia de Edificações presta consultoria para as mais diversas certificações ambientais e de sustentabilidade para a construção civil, trabalhando de forma integrada às diversas disciplinas de projeto, durante as etapas de concepção, obra e operação.

Auxiliamos e orientamos todas as partes interessadas em um projeto de modo a assegurar a obtenção da certificação no menor tempo e custo. Interessado em garantir a sustentabilidade da sua propriedade? Fale conosco aqui!

TAGS: construção sustentável, esg, sustentabilidade

    Quer receber as
    melhores dicas? Assine nossa newsletter

    Fique tranquilo, não enviaremos spam.
    keyboard_arrow_up