fbpx

Controlando o atendimento à norma de desempenho durante a execução da obra

8 de julho de 2020

O Código de Defesa do Consumidor (Lei Nº 8.078, de 11/09/1990), em seu artigo 39, inciso VII, proíbe que um fornecedor de produtos coloque no mercado de consumo qualquer produto em desacordo com as normas da ABNT – Associação Brasileira de Normas Técnicas.

A NBR 15575 – Edificações habitacionais – Desempenho é uma norma técnica da ABNT que estabelece exigências para o produto “edificação habitacional”. Por isso, o incorporador imobiliário não pode sequer lançar um empreendimento residencial sem considerar o atendimento da norma de desempenho.

Para que os requisitos sejam atendidos, os projetistas devem conceber e elaborar seus projetos conforme as exigências normativas; e os fabricantes de materiais, componentes e sistemas construtivos precisam garantir a conformidade de seus produtos com seus respectivos referenciais técnicos e fornecer os dados e as informações sobre seu desempenho.

Na execução da obra, as construtoras precisam se preparar para cumprir as especificações, seguindo os projetos e verificando as propriedades definidas para garantir o desempenho da edificação.

Só que a norma de desempenho faz referência a mais de duzentas normas técnicas. Para controlar todas as características técnicas de desempenho, a obra precisa:

  • analisar o PDE – Perfil de Desempenho da Edificação (leia mais em outro artigo do blog), definido no início do desenvolvimento dos projetos, para compreender o nível de desempenho especificado para cada requisito da NBR 15575, e realizar o planejamento de ensaios e controles necessários para cada etapa de execução;
  • procurar o conhecimento técnico necessário sobre as exigências e interpretações dos critérios de todas as normas técnicas referenciadas na NBR 15575, para entendimento e verificação dos métodos de avaliação e critérios de validação do atendimento dos requisitos;
  • organizar a documentação resultante dos ensaios e controles realizados na obra, e das informações enviados por fornecedores e fabricantes de materiais, componentes e sistemas construtivo, para montagem um databook de comprovação de conformidade, que será utilizado pela área de assistência técnica pós-obra, e será banco de dados técnicos arquivado para segurança jurídica da empresa.

Nas primeiras obras de clientes após a vigência da norma de desempenho, o CTE prestou serviços de consultoria para atendimento a essas necessidades. A quantidade de informação envolvida trouxe uma série de dificuldades, como:

  • capacitação detalhada sobre as normas técnicas de materiais, componentes e sistemas construtivos que eram empregados nas obras, exigindo tempo e esforço da equipe da obra para aprendizado técnico muito específico;
  • revisão do orçamento e dos procedimentos da obra para previsão de realização de ensaios e controles, provocando alterações nos procedimentos de verificação da qualidade e aprovação de serviços executados;
  • esclarecimento de dúvidas específicas e controle do fluxo de dados na comunicação de consultas e respostas (por e-mail, mensagens eletrônicas, telefone, etc.) entre a equipe da obra e a equipe de consultoria do CTE, dificultando a rastreabilidade das informações;
  • geração de maior volume de informação documentada, provocando a necessidade de uma gestão de organização e arquivamentos de documentos mais aprimorada.

Para facilitar o controle e procurar minimizar a carga de trabalho da equipe de produção da obra, foi estruturado um suporte de consultoria sobre a NBR 15575 para tratar exatamente esses pontos.

CTE DESEMPENHO

O CTE Desempenho é uma consultoria online, aplicada em mais de 100 empreendimentos somente nos últimos 2 anos, em que a Unidade Qualidade e Desempenho presta serviço técnico especialista em desempenho do início ao final da obra, provendo a demanda de conhecimento específico sobre as características técnicas indicadas nas normas.

Através de uma ferramenta digital própria do CTE, desenvolvida pelo Autodoc, a equipe de consultores busca as informações sobre o PDE do empreendimento e elabora um plano de controle de cada serviço a ser executado, seguindo o cronograma da obra.

Durante a execução, a equipe da obra consulta o plano elaborado na ferramenta digital, e deve realizar o controle previsto para cada item. As evidências de controle (documentos, relatórios de ensaios, registros de verificação de serviço, etc.) são inseridas pela equipe da obra no sistema CTE Desempenho, e toda documentação é analisada pela equipe do CTE de maneira remota.

O resultado da avaliação do CTE e também toda a comunicação entre a equipe da obra e os consultores é feita no próprio sistema, e fica registrada em ordem cronológica em cada item do plano de controle, permitindo uma rastreabilidade completa das informações.

Ao final da obra, todos os arquivos eletrônicos inseridos, bem como a comunicação realizada entre a equipe da obra e os consultores, são exportados de maneira organizada da ferramenta do CTE Desempenho, de forma que seja gerado um banco de dados e documentos, que formará o databook de comprovação do atendimento à norma de desempenho.

Veja mais detalhes sobre a consultoria CTE Desempenho no vídeo abaixo, disponível em nosso canal:

Para saber mais sobre CTE DESEMPENHO, entre em contato com a gente!

Quer receber as
melhores dicas? Assine nossa newsletter

Fique tranquilo, não enviaremos spam.

keyboard_arrow_up