Sustentabilidade

Bosque da Serra

Projeto

Sustentabilidade para todos: empreendimentos eficientes de baixo custo

De acordo com o site Edgebuildings, 18,4% das emissões de gases efeito estufa são geradas pelo consumo de energia em edificações, consumindo 40% da eletricidade de modo geral. Até 2050, as construções residenciais deverão duplicar devido às tendências de alto crescimento da população e urbanização. A maior parte desse crescimento ocorrerá nos mercados emergentes, particularmente nos países de renda média.

Para minimizar os impactos ambientais de seus projetos, a Paladin optou por implementar soluções no empreendimento Bosque da Serra, com enfoque em energia, água e materiais, a fim de viabilizar a certificação EDGE. O projeto, situado em Taboão da Serra, é composto por 5 edifícios residenciais e, em junho de 2019, se tornou um dos primeiros empreendimentos certificados EDGE no Brasil.

A Unidade de Sustentabilidade do CTE atuou como consultora do Bosque da Serra e, através de alterações simples e de baixo custo no projeto e na obra, foi possível reduzir significativamente o consumo de água e energia dos futuros usuários.

O Projeto

O CTE iniciou seu processo de consultoria quando a obra estava sendo finalizada. O maior desafio do projeto foi conseguir implementar as mudanças necessárias para o atendimento da certificação EDGE sem que houvessem grandes impactos no cronograma, no projeto e no custo da obra.

Através de medidas simples, como inclusão de arejadores de baixa vazão nas torneiras e especificação de lâmpadas LED nas áreas comuns, foi possível reduzir o consumo de água e de energia do empreendimento. Além da economia de recursos, essas estratégias irão reduzir as contas do condomínio, trazendo benefícios econômicos aos proprietários das unidades habitacionais.

A Certificação

O EDGE (sigla em inglês para “Excellence in Design for Greater Efficiencies” ou Excelência em projetos para maiores eficiências), é um programa de certificação de edificações desenvolvido pelo IFC, membro do Grupo Banco Mundial, que visa otimizar a eficiência do projeto para uso dos recursos naturais. O programa funciona baseado em uma plataforma online que contém informações sobre o consumo de água e energia das construções típicas de cada região. A certificação é obtida pelos empreendimentos que conseguirem reduzir ao menos 20% o consumo de energia, água e energia incorporada nos materiais utilizados na construção do
edifício.

“Um dos grandes diferenciais do EDGE é que através da plataforma online, todos os envolvidos conseguem verificar, em tempo real, o impacto que uma decisão tem no consumo de energia, água e energia incorporada nos materiais utilizados no edifício. Além de ser um sistema gratuito, a plataforma pode ser acessada por todos os interessados e utilizada como ferramenta de projeto, independentemente se o projeto será ou não certificado”, afirma Camila Orlando, Consultora CTE, responsável pelo processo de certificação.

Resultado do Projeto

O empreendimento BOSQUE DA SERRA alcançou uma redução de 21% no consumo de energia, 26% no consumo de água e 71% de energia incorporada nos materiais.

Receba nossas novidades


keyboard_arrow_up