fbpx

Due Diligence técnica é chave para reduzir risco em transações com ativos imobiliários

15 de julho de 2022

O processo de due diligence (diligência prévia, em português) tornou-se imprescindível para a segurança das transações que envolvem ativos imobiliários. O trabalho, que antecede a realização de um negócio, se dedica a avaliar a situação dos ativos. Ele contempla aspectos regulatórios, ambientais e o estado de conservação dos imóveis, mensurando os riscos envolvidos e os cenários para sua mitigação. 

“A due diligence técnica tem interface com as demais empresas que atuam neste processo investigativo como, por exemplo, a diligência jurídica. Ela proporciona ao cliente uma visão mais abrangente da realidade do negócio, traçando em conjunto os passos a serem seguidos, se avançadas as negociações”, explica Grasiela Petrucelli, coordenadora de contratos na Unidade Gerenciamento do CTE. “Com esses dados, o interessado, além do entendimento dos riscos e das oportunidades, pode tomar uma decisão mais estratégica e até estipular um valor mais realista para o negócio”, continua Petrucelli. “O processo traz segurança, mitigando ou eliminando riscos, encontrando oportunidades e subsidiando as operações de maneira imparcial e segura”, complementa ela. 

TRANSAÇÕES IMOBILIÁRIAS MAIS SEGURAS

Com um track record de mais de 500 ativos diligenciados, o CTE auxilia os principais gestores de fundos de investimentos imobiliários no Brasil, se consolidando como uma referência neste tipo de consultoria.

No portfólio da empresa há operações imobiliárias de grande porte, como a realizada recentemente pela Brookfield Properties, que assinou um compromisso para compra de doze edifícios corporativos da BR Properties. O negócio de R$ 5,92 bilhões consiste na maior transação imobiliária dos últimos anos no País e permitirá à Brookfield firmar sua posição como líder no segmento de escritórios.

Nesse caso, a due diligence documental realizada pelo CTE envolveu seis ativos e aproximadamente 633 mil metros quadrados de área construída: o Condomínio Parque da Cidade (setor B), a Torre Nações Unidas e o Complexo JK (bloco B), em São Paulo, além dos edifícios Glória, Manchete e Ventura Corporate Tower, no Rio de Janeiro.

TRABALHO MULTIDISCIPLINAR

As empresas podem se aproveitar da due diligente de múltiplas formas. A principal delas é na identificação de passivos que possam impactar a viabilidade do negócio. 

Esse trabalho considera aspectos múltiplos, desde a verificação em campo da aderência dos projetos aprovados versus o executado, à análise detalhada de licenças, alvarás e documentos relacionados ao terreno. Ele inclui, também, a verificação de atendimento de termos de acordo, contrapartidas, projetos técnicos, licenças da operação, análise de restrições e passivos ambientais, com base na legislação aplicável, além de aspectos de licenciamento. 

A auditoria prevê, ainda, um diagnóstico apurado sobre o estado de conservação do imóvel com ênfase nos sistemas de civil e de instalações prediais. O foco é na identificação de problemas, sejam eles manifestações patológicas ou falhas de manutenção.

Em função de sua complexidade, a realização da due diligence exige a atuação de profissionais com conhecimentos em áreas como engenharia (civil, instalações prediais, etc.), arquitetura, e sustentabilidade. O estudo precisa combinar rigor técnico nas análises com a exigência de entregas rápidas e confiáveis de informações. Afinal, as janelas de oportunidade para a concretização de alguns negócios costumam ser breves.

“No CTE, para atender ao mercado, contamos com uma equipe multidirecional e multidisciplinar, com foco no resultado para o cliente, além de adaptabilidade e personalização conforme cada caso”, comenta Grasiela Petrucelli. Ela destaca que todo o processo é realizado em absoluto sigilo, proporcionando segurança tanto para o vendedor, quanto para o potencial comprador do ativo.

A Unidade de Gerenciamento do CTE oferece consultoria para avaliação técnica de ativos imobiliários, desenvolvimento de empreendimentos e gerenciamento das etapas do processo. Clique aqui para conversarmos mais a respeito!

    Quer receber as
    melhores dicas? Assine nossa newsletter

    Fique tranquilo, não enviaremos spam.
    keyboard_arrow_up