Mercado se divide entre estabilidade e alta de preços no Centro da capital

O ritmo do incremento dos preços na região divide especialistas e representantes do mercado. O vice-presidente do Conselho Regional de Corretores de Imóveis de São Paulo (Creci-SP), José Augusto Viana Neto, aposta na estabilização de preços a curto prazo. “O investidor tem de tomar cuidado, a capacidade de aumento ainda maior dos preços é pequena”, diz.

O diretor de Gestão Patrimonial e Locação do Secovi-SP, Mark Turnbull, acredita que a oferta, com os novos empreendimentos, vai aliviar a procura por aluguéis. “Nos próximos três anos muitos apartamentos serão entregues, e de 20% a 25% vãopara a locação”, afirma.

Os incorporadores e compradores, entretanto, estão otimistas. “A cara do Centro vai ser mudada pelos novos empreendimentos”, diz a diretora de Incorporação da You,Inc, Alessandra Calefo. O diretor de Negócios da incorporadora, Ricardo Laham, defende que a valorização apenas começou. “O valor do metro quadrado ainda é a metade do valor médio da cidade.”

A incorporadora também teve um bom retrospecto com a venda do condomínio New Way. Localizado em na Rua do Glicério, o prédio teve as unidades de 1 a 3 dormitórios (de 37 a 55 m²) vendidas em um mês. Na área externa, o empreendimento tem toda a infraestrutura que normalmente vem sendo oferecida no Centro: piscina, quadra, espaço gourmet e academia. 

Fonte: http://blogs.estadao.com.br/radar-imobiliario/mercado-se-divide-entre-estabilidade-e-alta-de-precos-no-centro-da-capital/