Shopping entra no lugar de campo de golfe na zona sul paulistana

O Parque Global, que deverá ser lançado até o fim de outubro, é o mais novo megaprojeto na região da Chácara Santo Antônio (zona sul), uma das que mais se verticalizam na cidade.

Estão previstos no complexo um shopping, torres corporativas, comerciais e residenciais em um terreno de 218 mil metros quadrados.

Parceria da incorporadora Benx, do Grupo Bueno Netto, e da americana Related Brasil, o empreendimento passou por mudanças desde 2003, data em que o terreno foi comprado.

Luciano Amaral, diretor de incorporação da Benx, responsável pela parte residencial do grupo Bueno Netto, diz que a ideia inicial era fazer um projeto com um campo de golfe.

"Depois o mercado era outro e vimos que estávamos no último terreno da marginal Pinheiros com esse vetor de crescimento e precisaríamos fazer algo diferente. Então, incluímos um shopping."

Na região, fica o complexo Parque Cidade Jardim e será erguido o Parque da Cidade, da Odebrecht Realizações Imobiliárias, que terá dez torres, sendo duas delas residenciais. A estimativa é que cerca de 65 mil pessoas circulem por dia no empreendimento, que terá um parque público de 22 mil metros quadrados.

No caso do Jardim das Perdizes, da Tecnisa e da PDG, trata-se de um bairro planejado com 25 torres residenciais, uma comercial com salas, uma comercial corporativa e um hotel, além de um mix de lojas e serviços.

No projeto, cuja primeira fase de vendas iniciou em março, foi limitada a compra a duas ou três unidades, para evitar especulação, afirma Fabio Villas Bôas, diretor-executivo técnico da Tecnisa, responsável com a PDG pelo empreendimento.

Segundo ele, como tem sido comum as pessoas comprarem imóveis pequenos para alugar, os menores do Jardim das Perdizes foram os mais procurados por investidores. Bôas diz que, do R$ 1,7 bilhão já lançado, 80% foram vendidos.

Fonte: www1.folha.uol.com.br/mercado/2013/09/1349131-shopping-entra-no-lugar-de-campo-de-golfe-na-zona-sul-paulistana.shtml